O LinkedIn lança anúncio de vídeo nativo

Por novembro 15, 2017 julho 11th, 2019 Anúncios, Redes Sociais

O LinkedIn Vídeos nativos veio com uma nova maneira de ganhar dinheiro – vai vender publicidade em vídeo.

A rede profissional, que agora é propriedade da Microsoft, está finalmente inclinando para anúncios de vídeo. Os anúncios se parecerão com outros vídeos do LinkedIn que os usuários podem assistir em seus feeds e reproduzirão automaticamente sem som.

LinkedIn

LinkedIn Vídeos Nativos estréia a reprodução automática de anúncios de vídeo móvel

A rede social profissional anunciou no início deste mês que começaria testes beta com conteúdo patrocinado. Por enquanto, o recurso está limitado a testadores beta, como Prudential Financial e Microsoft Canada. Os anúncios de vídeo estarão liberados para todos os anunciantes no primeiro semestre de 2018.

Os anúncios serão reproduzidos automaticamente, mas sem som, à medida que os usuários do usam o aplicativo. O conteúdo aparecerá como postagens de conteúdo autônomo nos feeds dos usuários e será marcado como “Promovido” para distingui-los como posts pagos.

O LinkedIn diz que os anunciantes poderão fazer o upload de vídeos através do painel de controle do LinkedIn Campaign Manager, da Company Page, ou Showcase Page. Isso deve tornar os novos anúncios fáceis de adotar para empresas familiarizadas com a rede social.

Como o vídeo veio para o LinkedIn

O LinkedIn chegou tarde à festa do conteúdo em vídeo, estreando os vídeos para influenciadores há cerca de um ano. Mas lá, apenas 500 ou mais profissionais podiam gravar clipes promocionais de 30 segundos.

Então, dois meses atrás, o LinkedIn lançou o vídeo nativo para toda a sua rede. Para se ter noção, o Twitter e o Facebook estavam preparando os detalhes de seus produtos de vídeo nativos no início de 2015.

Por outro lado, o LinkedIn experimentou o vídeo em 2012. Foi a forma como a plataforma deu suporte para as empresas postarem seus vídeos do Youtube, os quais poderiam ser promovidos. Mas estes ainda eram clipes do YouTube, não eram elementos nativos do feed. Também foi anos antes de o vídeo ser o que representa hoje e antes de o mobile ganhar força.

O que os anúncios de vídeo significam para os anunciantes do LinkedIn

O vídeo continua a ganhar aceitação como uma valiosa estratégia de marketing de conteúdo para anunciantes. Isso é tão verdade para os anúncios do LinkedIn, como é para anunciantes de vídeos no Facebook, Twitter, YouTube e em outros lugares.

Para nossa alegria, o LinkedIn parece entender isso. “Sabemos que os telespectadores, quando assistem a vídeos, tem uma receptividade maior quando comparado ao texto”, diz Sudeep Cherian, diretor de marketing de produtos para o negócio de anúncios do LinkedIn. “Não é bom termos esse recurso, é necessário!”.

Os anúncios de vídeo permitem aos profissionais de marketing chamar a atenção do usuário com visuais impressionantes, legendas animadas que usam copywriting forte e muito mais. Os anúncios em vídeo podem transmitir uma mensagem de marketing rápida e forte, o que é parte do motivo que eles deram tão certo em outras plataformas.

Para início de conversa, a publicidade do LinkedIn vem com valiosas opções de segmentação para os anunciantes B2B e, segundo notícias, estará adicionando métricas e pontos de dados mais especializados ao painel para campanhas publicitárias de vídeo nos próximos meses. Em seguida, existe a posição única do LinkedIn como uma plataforma de publicidade para alcançar novos talentos, principais decisores, colegas da indústria e muito mais.

Para os anunciantes de vídeo em outras plataformas, o LinkedIn Vídeos nativos pode ser uma ótima oportunidade de expansão. Para as marcas que ainda não investiram em publicidade em vídeo, a incursão do LinkedIn pode finalmente tornar o formato algo que vale a pena explorar, especialmente se o seu público estiver ativo na plataforma.

Walter Ziebarth

. Walter Ziebarth