Apenas 50,5% dos millennials, ou Geração Y, se dizem leais a uma determinada marca. Não deve ser uma surpresa considerar como o e-commerce ampliou suas opções, juntamente com várias ferramentas de comparação de preços e sites de ofertas especiais que estão competindo por sua atenção.

Com um poder de compra absurdo, a Geração Y não se apressa em gastar todo o seu dinheiro com apenas uma marca. Então, como você pode construir um funil de vendas eficaz para essa multidão? Continue a ler para conhecer os pilares essenciais do sucesso de tal empreendimento.

1. Entenda como a Geração Y se comunica

Mostrar a eles um anúncio padrão com um rosto sorridente e slogan cativante não fará uma venda. O fator decisivo para uma compra entre os millennials é uma recomendação pessoal de amigos/familiares ou experiência social gerada por seus pares.

Você precisa pensar em como pode aproveitar as conversas privadas existentes se quiser divulgar sua marca. O Center for Generational Kinetics descobriu que os millennials preferem se comunicar nesta ordem:

  • Textos e aplicativos de mensagens de texto, como o WhatsApp e Facebook Messenger
  • E-mail (a linha de assunto é muito importante aqui)
  • Mídia social
  • Telefonemas
  • Interações pessoais

Mantenha essa hierarquia em mente ao delinear seu funil de vendas e marketing e quando você pensar no suporte ao cliente também. Os portais de autoajuda podem não apenas reduzir os custos gerais de atendimento ao cliente, mas também melhorar as taxas de satisfação do cliente.

2. Oferecer ajuda em vez de um discurso de vendas

A geração Y tem todas as ferramentas e o tempo necessário para tomar uma decisão de compra. Eles podem analisar sua marca da cabeça aos pés, encontrar toda a roupa suja em mídias sociais e outros blogs e continuar comparando os preços, mesmo quando estão literalmente dentro da sua loja.

Então, como você mantém sua atenção e lealdade? Transforme sua marca em um recurso útil.

Dizer que o seu produto é o melhor por aí ou que é o mais barato não o levará a lugar algum – uma millennial não comprará apenas isso, ou poderá facilmente provar o contrário com uma rápida pesquisa no Google. Em vez disso, você deve se concentrar em educar seu cliente porque seu produto é a melhor opção possível para ele especificamente. Fale sobre seus problemas, suas dores e como sua empresa pode ajudá-los a resolvê-lo. Essa estratégia é universalmente aplicável a qualquer tipo de produto ou serviço existente:

  • Eles não sabem o que vestir para uma festa de formatura? Mostre em quais roupas seus colegas estão.
  • Eles não sabem como comprar uma casa? Crie um guia detalhado explicando toda a papelada envolvida.
  • Eles querem escolher uma nova pintura de parede? Ensine-os sobre vários componentes tóxicos a serem observados.

3. Misture o componente emocional

Os millennials se preocupam profundamente com mais coisas do que outras gerações – desigualdade econômica, direitos dos animais, contaminação da água, reciclagem e um monte de outras causas socialmente importantes.

Reuni-los para se unirem por uma causa semelhante e ligá-los é outra jogada inteligente para conquistar seu afeto. Isto poderia ser feito de duas maneiras:

  • Através da narração de histórias: Não tenha medo de se tornar pessoal e expor seu coração. Pode ser até mesmo um desabafo. Pode ser um problema pessoal que afetou você profundamente. Pode ser um tipo de mensagem “aprendendo com meus erros”. Dê à sua marca uma cara distintamente humana com a qual os consumidores possam se relacionar facilmente.
  • Escolha uma causa para apoiar: Obviamente, você não deve escolher uma só para aumentar os lucros. A geração Y detesta isso. Por isso, escolha algo com que você realmente se importa e deseje apoiar e não tenha vergonha de mencionar isso em seu website.

4. Seja transparente

A transparência da marca pode ser muito mais importante para seus consumidores do que você imagina. De acordo com a última pesquisa da Label Insight, 94% dos entrevistados disseram que agiriam mais leais em relação a uma marca se promovessem a transparência absoluta.

Todo mundo está cansado de anúncios oferecendo-lhes a pílula mágica. Com preços dinâmicos, retargeting de mídia social e outras táticas de marketing inteligente, os consumidores estão constantemente se sentindo perseguidos e enganados pelos anúncios.

As mães millennials estão liderando essa mudança, pois 86% delas admitiram que não se importam de pagar mais por um produto alimentício completamente transparente. De fato, até 73% dos consumidores pesquisados ​​não se importam de pagar mais se o fabricante divulgar tudo no rótulo.

  • 37% estão bem em pagar de 1% a 10% a mais;
  • 16% não se importariam em pagar de 11% a 25%;
  • 10% vão pagar 26% – 50% a mais por um produto completamente transparente.

Então, o que exatamente entra nas demandas por transparência de marca?

  • A empresa fornece uma lista completa de todos os ingredientes.
  • A empresa lista certificações e reivindicações respeitáveis.
  • A empresa mostra claramente como os produtos são produzidos, manuseados e fornecidos.
  • A empresa oferece uma lista de alérgenos conhecidos.

Além da óbvia indústria de alimentos e cosméticos,  a carta de transparência poderia ser jogada para quase qualquer nicho.

5. Mantenha o seu discurso de vendas curto e doce

A geração Y faz seus negócios e tarefas de vida em movimento, a partir de smartphones. Sua atenção é constantemente dilacerada por várias atualizações, notificações e telefonemas.

Se você deixar de entregar “o que há para eles” desde a primeira linha, você nunca terá uma segunda chance. Os bons slogans de marketing são importantes, mas não da maneira como costumavam ser, também para mostrar o quão bom você é. Em vez disso, mais uma vez, eles devem transmitir imediatamente valor e atrair o usuário a desacelerar e prestar atenção ao que você vai dizer.

Vamos pegar alguns mais populares como um exemplo:

  • GoPro: Se a vida é um sonho, por que não vê-lo como um?
  • Coca-Cola: Abra a felicidade
  • Converse: Deixe sua marca

Vender para millennials pode ser mais fácil do que você pensa, desde que você seja capaz de acessar sua mentalidade e aceitar os motivos por trás de suas decisões. Hoje você precisa investir um pouco mais em seu funil de vendas para conquistar as mentes dos clientes.

9 coisas que você precisa saber sobre os millennials

1. A geração Y nasceu entre, aproximadamente, 1977 e 1995.

Os anos de nascimento dos Millennials terminam em meados de 1995. Se para você, os anos 2000 já faz parte dos livros de história, então você não é um millennial.

2. Quando você pensa em como vender para a geração Y, comece com o estágio da vida deles.

Os millennials têm aproximadamente 21 a 39 anos de idade. Esta faixa etária abrange uma ampla gama de eventos importantes, desde de passar no vestibular e se mudar para um apartamento com mais três colegas, até ser casado e ter dois filhos. Os subgrupos dentro da geração são fundamentais para marketing e vendas.

3. O Center for Generational Kinetics fez a importante descoberta de que a geração Y está se dividindo em dois grupos geracionais diferentes.

Um grupo de Millennials está alcançando todas as “metas tradicionais” da vida adulta, apenas alguns anos depois das gerações anteriores. Este grupo está entrando em sua fase de vida de acumulação de riqueza e tendo mais poder no mercado.

O outro grupo de Millennials, no entanto, não está criando “tração no mundo real”. É importante identificar qual grupo representa o cliente ideal para seus produtos, serviços e soluções, pois cada grupo tem critérios de compra diferentes.

4. A geração Y é a geração mais consistente do mundo.

Quer trabalhemos no Chile, no Egito, na Índia ou em qualquer outro lugar, os Millennials são o grupo mais consistente de todas as gerações. Isso se deve a vários fatores, incluindo a tecnologia móvel de baixo custo.

5. Os millennials são compradores e aprendizes visuais.

Essa geração foi condicionada a fazer compras enquanto olhava para uma tela, ignorando blocos de texto de marketing e propaganda. Para aumentar a conversão com os clientes dessa geração, aprimore o layout visual, o texto e as chamadas à ação.

6. A geração Y paga por produtos e serviços de maneira diferente de outras gerações.

Se empresas, vendedores e marcas não se adaptarem, os Millennials simplesmente não comprarão deles – eles vão para o próximo cara que se adaptou. Millennials carregam uma quantidade de dinheiro na carteira assustadoramente pequena. Isso significa que se você deseja atrair e manter os compradores da geração Y – especialmente para pequenas transações -, você precisa ter uma maquininha de cartão.

7. Millennials não gastam apenas seu próprio dinheiro.

É importante lembrar que os pais Baby Boomers geralmente fornecem mais acesso a dinheiro e crédito. Millennials estão entrando na idade adulta mais tarde, e como resultado, muitos Baby Boomers estão fornecendo recursos apoio financeiro para seus filhos adultos, às vezes até aos 30 anos. Ou talvez seja o contrário: os Baby Boomers continuam a oferecer apoio financeiro, portanto, a geração Y não precisa ingressar tão rapidamente na idade adulta. Em ambos os casos, isso expande os gastos e o poder econômico da geração do milênio. Mesmo que eles não tenham os fundos, eles podem direcionar dinheiro de outras fontes. Obrigado, mamãe e papai pelo cartão de crédito de “emergência”!

8. Vencer os Millennials não é apenas sobre os Millennials. Você precisa manter todas as gerações de clientes em mente

A Geração X e os Baby Boomers estão começando a se comunicar, fazer compras e comprar de forma semelhante aos Millennials. Assim, se você ganhar Millennials, estará em uma boa posição para atrair e manter outras gerações – mas se perder ou perder a geração Y como clientes, aumentará o risco de perder também os clientes da Gen X e da Baby Boomer.

9. Onde posso procurar estratégias e táticas específicas de pesquisa para atrair, manter e aumentar as vendas para os Millennials?

Para isso, conte com a maior agência de regionalização do país, a SM/BR. Temos know-how para trabalhar com públicos de todas as gerações e em todos os brasis do Brasil.

Cleber Fernandes

. Cleber Fernandes

Head em conteúdo. Inspirado por artes, livros, viagens e tendências.